Como a meditação pode te ajudar nos estudos?

como-a-meditacao-pode-te-ajudar-nos-estudos

A prática de meditação ajuda a treinar a concentração e a manter o foco por mais tempo. Adotar técnicas de meditação pode ser uma ótima pedida para pessoas que precisam estudar muito, seja para dar conta das provas na universidade ou para se preparar para concursos e vestibulares. Além disso, o hábito de meditar também auxilia a controlar o stress e a descansar a mente.

Nossa dificuldade de manter o foco durante atividades que exigem mais de nosso intelecto pode estar relacionada à ansiedade, a problemas externos ou até a memórias passadas. Nesse caso, a meditação também é capaz de abrandar a ansiedade e ajudar a lidar com sentimentos intensos.

Neste artigo, apresentaremos algumas técnicas de meditação para ajudar você a se concentrar melhor nos estudos e aumentar seu rendimento sem precisar gastar mais tempo diante dos livros.

O propósito da meditação

Antes de qualquer coisa, é necessário entender que a meditação não é uma prática exclusivamente religiosa, apesar de fazer parte de diversas religiões orientais, como o budismo, por exemplo. A prática se baseia em técnicas ancestrais desenvolvidas pelo ser humano como uma forma de acessar nosso eu interior e de se distanciar das turbulências do mundo exterior.

Para ter maiores benefícios, é preciso se dedicar e apenas a repetição diária e incorporação do hábito vão definir quanto tempo sua mente levará para atingir o silêncio e foco necessários. Grandes monges passam décadas praticando a meditação para chegar a seu alto nível de concentração.

Você não precisa se tornar um monge, obviamente, mas com o tempo desenvolverá maior autocontrole. No caminho, você descobrirá o que precisa para chegar o mais longe possível nessa jornada de autoconhecimento e poderá sentir seus benefícios desde o início. O aprimoramento da habilidade de manter o controle sobre sua mente é um deles e, para isso, bastam poucos minutos diários.

Diferentes técnicas de meditação

Existem diferentes técnicas de meditação e cada uma tem suas próprias dádivas. Entre as mais praticadas está o chamado estado de observação, que consiste em buscar manter sua mente livre de pensamentos, observando seu próprio interior e os pensamentos que vão surgindo, sem se fixar neles. O ideal é procurar um ambiente calmo e isolado para que você não seja interrompido enquanto medita.

Ao realizar esse exercício, você perceberá o quanto sua mente pode ser caótica: sons, músicas, memórias e pensamentos aparecem sem controle. No início, será difícil silenciar tudo isso. Você deve deixar que desapareçam tão naturalmente quanto apareceram e procurar manter a atenção apenas na respiração.

Mesmo perdendo o foco por interferência do mundo externo ou por distração de algum pensamento, procure sempre retomar o estado de observação assim que se der conta de que saiu dele. Volte a focar sua atenção no ritmo da respiração e procure deixar os pensamentos correrem. Você poderá notar sua percepção se tornando mais aguçada a cada vez que repetir o exercício.

Auxílio aos sentidos

Para entrar em estado de meditação você pode usar de estratégias específicas para se concentrar, como focar o olhar em um objeto ou na chama de uma vela. Se preferir, você pode fixar a audição no som de um relógio ou até mesmo entoar mantras como o famoso “ohm” ― a vibração desse som tem efeito direto em sua mente.

Disciplina

Para manter uma boa concentração você precisa ainda estar bem alimentado, dormir o suficiente, praticar esportes, manter-se hidratado etc. A meditação é a ferramenta para se distanciar um pouco das preocupações e da ansiedade e deve se aliar a outras atividades.

Pessoas que meditam frequentemente demonstram mais tranquilidade e harmonia interior. Além de centrar a mente, a meditação traz benefícios físicos ao trabalhar aspectos como postura e respiração.

Existem até mesmo aplicativos de smartphone e páginas na internet que trazem guias passo a passo para meditar e aplicar algumas técnicas diretamente nos estudos, para manter o foco em seus objetivos e não se distrair durante o pouco tempo que tem para se dedicar a cada matéria.

Gostou do nosso post? Siga nosso perfil nas redes sociais (Facebook, Linkedin, Twitter, Instagram) e fique por dentro de outras publicações que podem ajudar a melhorar seu desempenho nos estudos!

One thought on “Como a meditação pode te ajudar nos estudos?

  1. Olá,

    Estudo para concursos públicos há alguns anos e tinha muita dificuldade em manter o foco e a concentração. Além disso, a rotina estressante de estudo me causava ansiedade, tensão e insônia.

    Tentei outros métodos para relaxar, mas sem dúvidas foi na meditação que encontrei uma forma de amenizar a maior parte desses problemas.

    Recomendo a todos que estudam durante longos períodos. Ajuda bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *