Gestão da Qualidade

Gurus da Qualidade – Deming

E ai pessoal, beleza? Nessa aula vamos aprender um pouco mais sobre um dos Gurus da Qualidade: Deming.

O mercado japonês pós-guerra

Antes de falar sobre Deming, vamos entender o panorama do mercado. O mercado japonês evidenciou-se após a segunda guerra mundial, estando extremamente abalado pelas consequências da guerra e tinham um enorme desafio pela frente: vender para outros mercados com um preço menor e qualidade igual ou superior. Ressaltando que os japoneses também dependiam muito da exportação.

Com esse desafio era necessário que eles repensassem alguns conceitos para poder conseguir ganhar destaque nesse mercado e ser melhor que a concorrência.

Um dos fatores que ajudou muito os japoneses no desenvolvimento e investimento das industrias foi que desde sempre eles valorizavam muito a educação da população. Assim, como foi necessário repensar alguns conceitos, o primeiro a ser revisto e mudado foi a lógica dos preços.

A Lógica da Precificação

Os ocidentais pensavam no preço como um somatório dos custos mais a margem de lucro, ou seja, o preço era calculado em cima dos custos para produzir determinado produto somado a margem de lucro que se pretendia obter. Isso muitas vezes ocasionava um preço elevado.

Já os japoneses pensaram de maneira diferente. O custo deveria ser resultado da subtração do preço pela margem de lucro. A precificação do produto era realizada antes de ser produzido e possuiam um limite de custos, ou seja, o produto tinha que ser produzido dentro desse limite de custos. Ao ultrapassar, esse custos poderiam interferir na redução da margem de lucro. Era pensado no lucro que se deseja obter e também no preço, mas limitando os custos.

Outros fatores que eles também pensaram foi na eliminação de desperdícios, tempo ocioso, troca de ferramentas, defeitos e falhas. Eles tiveram que pensar em como reduzir ao máximo as perdas, além de buscar desenvolver um método de controle da qualidade.

Quem foi Deming?

Deming
Deming nasceu nos Estados Unidos, era engenheiro elétrico, mestre e doutor em matemática e física. Ele ficou conhecido pelo seu trabalho pioneiro no Japão. Ele descrevia a qualidade como algo que só poderia ser definido pelo cliente e sofre mudança a medida que a necessidade dos clientes evoluem.

Também mencionava que era difícil traduzir as necessidades futuras dos clientes em características mensuráveis de forma que o produto possa ser desenhado para satisfazer o cliente a um preço que ele esteja disposto a pagar.

Tinha foco no uso de estatística para entender e combater a variabilidade de processos e entender as causas dessas variações.

O Ciclo PDCA

Foi Deming que propôs o ciclo PDCA (Planejar, Fazer, Verificar, Agir) e melhoria contínua, que era vista como uma reação em cadeia. Porque se melhorasse a qualidade, os custos seriam reduzidos, a produtividade aumentaria, elevando assim a participação de mercado, a permanência do negócio e geração de empregos.

Ebook-Ciclo-PDCA

Deming destaca ainda alguns pontos importantes sobre qualidade, sendo eles:

• Inovar sempre – melhorar o produto / serviço

É importante estar sempre buscando inovações para o processo e para o produto, pois o cliente gosta de buscar novidades.

• O problema está no processo e não no produto

Ao sair da linha de produção, se o produto apresentar defeitos é por conta do processo que apresentou alguma falha. Se o processo é bem executado e com qualidade, consequentemente o produto também será. Assim o foco deve ser no processo, buscar meios para sempre melhorar o processo.

• Reduzir o número de fornecedores e não comprar apenas pelo preço

Não era satisfatório comprar de diversos fornecedores buscando o que apresenta menor custo, porém isso não era adequado pois o menor preço nem sempre é o que tem a melhor qualidade. Dessa forma é melhor reduzir o número de fornecedores e criar uma relação de parceria.

• Treinamento é investimento

O treinamento dos funcionários não representa uma despesa mas sim um investimento, pois se os funcionários são bem treinados eles desempenham suas funções com mais segurança e sem cometer erros.

• Medo ocasiona o erro

Isso é relacionado ao treinamento, pois se um funcionário não tem conhecimento da função que precisa desempenhar, este executa as atividades de forma insegura e isso pode resultar em erros.

• Romper barreiras – todos os setores trabalhando junto

os setores não devem trabalhar separadamente, deve existir uma boa comunicação entre os setores, porque para que a empresa obtenha sucesso é necessário que todos trabalhem em busca dos mesmos objetivos.

• Educação é investimento e não despesa

É importante as empresas investirem na boa educação dos funcionários, pois os dois ganham, os funcionários pois aumentam seus conhecimentos e a empresa por possuir funcionários bem qualificados e treinados.

• É fundamental trocar ideias com quem trabalha no processo

Para que os gerentes possam obter melhoras na empresa é fundamental ter uma boa comunicação com quem trabalha no processo, conhece as necessidades, sabe o que é preciso mudar e quais são os principais problemas.

Pessoal, aqui finalizamos essa aula, espero que tenham gostado e não tenha ficado nenhuma dúvida sobre o que é qualidade para o guru Deming. Até a próxima!

Conheça os outros gurus: Juran, Crosby, Taguchi e Ishikawa.

Deixe um comentário