Dicas

Métodos de estudo: já ouviu falar de mnemônicos?

Métodos de estudo: já ouviu falar de mnemônicos

Você que está estudando bastante para obter sucesso na vida pessoal e profissional, com certeza, sabe que é muito importante estabelecer bons métodos de estudo. Isso tornará menos complicado o processo de aprendizado.

Entretanto há uma dificuldade nesse processo que é exatamente a organização desses métodos. Afinal, ele deve ser bem resumido e, ao mesmo tempo, contemplar as grandes áreas do conhecimento para ser realmente produtivo.

Se você está nesse dilema e quer saber como agir para resolvê-lo, nós temos algumas técnicas simples e fáceis para lhe apresentar. Confira!

1. Mapas mentais

As pessoas que querem desenvolver bons conhecimentos e alcançar êxito nos estudos devem utilizar os mapas mentais porque eles são excelentes para essa finalidade.

A estrutura de um mapa mental é um diagrama onde se coloca somente aquilo que realmente não pode ser esquecido porque são os pontos-chave, que servem como gatilhos de memória para recordar aquilo que foi estudado.

Exemplo:

Regra geral: “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei” (Princípio da Legalidade, explícito na CF/88, Art. 5°, II).

Mapa mental: Todos devem se submeter à lei.

2. Aplicativos de estudos

O uso de aplicativos de estudos também é uma ótima opção para quem precisa de métodos de estudo bem estruturados.

Na sociedade da informação, em que os recursos tecnológicos estão ao alcance das mãos, é interessante que ferramentas como o celular e o tablet sejam utilizadas como modo de estudo e não somente como meio de comunicação ou de entretenimento.

Ao ter esse tipo de atitude você estará colocando a tecnologia para trabalhar a seu favor, potencializando seu conhecimento.

3. O uso da internet

A internet é um dos recursos tecnológicos mais utilizados no mundo, mas ainda há certo desconhecimento das pessoas quanto à importância dela para a construção do conhecimento.

E um bom plano de estudos deve contemplar essa possibilidade!

A produtividade alcançada pelas pessoas que se utilizam da internet como forma de estudo é muito grande, principalmente devido à pluralidade de opções que estão à sua disposição.

Faça a experiência e, com certeza, você não vai se arrepender!

4. Confecção e leitura de resumos

Você jamais pode desconsiderar a necessidade de confeccionar resumos após terminar a leitura de um livro, um artigo, uma peça ou o que quer que seja.

Muitos universitários consideram isso bobagem, mas a realidade é que esse tipo de atitude é importante para consolidar o aprendizado.

Mas não basta somente fazer os resumos. Também é interessante que você crie um portfólio para catalogá-los e sempre consultar e ler novamente. Isso vai garantir que aquilo que você estudou não se perca com o passar do tempo.

5. Mnemônicos

Os mnemônicos representam uma excelente forma de aprendizado porque são gatilhos de memória que te transportam para o que há de mais importante no conteúdo estudado. Eles fixam a memorização daquilo que você estudou efetivamente.

Essa técnica consiste em criar palavras, símbolos, esquemas, frases e gráficos para otimizar a memorização.

Um ótimo exemplo para isso é o famoso mnemônico criado para se memorizar os Princípios Administrativos expressos na Constituição Federal. São eles: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

As iniciais deles formam a palavra “LIMPE”, o que torna mais fácil a assimilação do conteúdo.

De nada adianta ter bons métodos de estudo se você não os colocar em prática e não os respeitar. Os passos citados anteriormente são a garantia do seu sucesso se você os cumprir à risca. Faça sua parte e a vitória estará garantida!

Gostou do conteúdo sobre métodos de estudo? E que tal agora conferir 6 passos para organizar o seu dia e aumentar a produtividade?

Deixe um comentário